terça-feira, 26 de junho de 2012

Precisa-se de Corretor de Imóveis

Algumas pessoas podem achar dispensável a intermediação de um corretor em uma transação imobiliária, mas certamente mudarão de ideia ao descobrir a complexidade da burocracia e da jurisdição na compra, locação e administração de imóveis.

O Corretor de Imoveis é um facilitador de negócios imobiliários como intermediação de vendas e locação. Quando mais conhecimento tiver se torna um consultor que pode opinar quanto as formas de negócios imobiliário. As imobiliárias precisam de profissionais na área de venda, especialistas em comercialização.
Pessoas que realmente podem fazer a diferença em negociações e atendimento ao cliente.

.
Chamados de "agentes de comércio", durante o período de colonização do Brasil, quando atuaram primeiro na comercialização de imóveis rurais e depois atraindo investidores para terras a serem desbravadas, os profissionais conquistaram o status de corretores de imóveis em 1942, por meio de uma carta sindical do Ministério do Trabalho.
A regulamentação da profissão ocorreu vinte anos mais tarde. Com a regulamentação da categoria e a criação de conselhos federal e regionais, a profissão deixou de ser uma atividade secundária e se transformou na principal fonte de renda de muitas pessoas. Essa mudança de cenário, aliada aos novos rumos do mercado imobiliário, aumentou a exigência da qualificação dos profissionais e, em 1978, uma alteração na lei concedeu aos corretores o título de técnico em transações imobiliárias.

Hoje, para ser um Corretor de Imóveis é preciso ter o curso técnico em transações imobiliárias.
O curso com grade multidisciplinar - onde o aluno aprende matemática financeira, língua portuguesa, avaliação imobiliária, noções de informática, direito e legislação e operações imobiliárias - é a porta de entrada para o exercício da atividade. Outra exigência da profissão é o registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis - Creci.
Ainda há opções de cursos específicos para atualização e especialização na área imobiliaria e são bastante procurados por profissionais que buscam atuar em determinada área. Atualmente é tão ampla a área de atuação do corretor que alguns buscam especialização em lançamentos, imóveis de terceiros, financiamento, fazendas, locação universitária, locação de temporada, avaliadores, entre outros.

Também existem cursos superiores de gestão de negócios imobiliários e MBA em Gestão Imobiliária.
Para se dar bem na profissão o Corretor de Imoveis precisa ter uma visão global do mercado imobiliário e especialização na região e no segmento que atua, pois somente com esses requisitos pode dar um atendimento profissional a quem o procura.
Se antecipar ao cenário econômico a fim de orientar os clientes interessados em migrar ou alternar seu investimento, habilidade no trato com pessoas, educação ao falar e se comportar são requisitos muito importante para quem quer se dar bem na profissão.

Segundo a tabela do Creci, a comissão de venda de Imoveis urbanos e de 6% devendo ser dividido por quantos corretores participam da venda e deve ser paga pelo vendedor salvo acordo entre as partes. 

Para quem contrata, tranqüilidade em ser assessorado por um Profissional. 
Para o profissional, orgulho em ser reconhecido como tal.

3 comentários:

  1. Parabéns pelo excelente blog, divulguei um de seus posts no blog www.ocorretordeimoveis.com

    ResponderExcluir
  2. Excelente post... muito importante para que a profissão seja cada vez mais valorizada. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Parabens! pelo post,e ter a profissão reconhecida.

    ResponderExcluir